Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia SC

Delegado Claudio Monteiro, ex-diretor da Deic, assume Secretaria de Segurança em Palhoça

O delegado Claudio Monteiro, ex-diretor da Diretoria de Investigações Criminais (DEIC), assumiu na manhã desta terça-feira a Secretaria de Segurança Pública, Defesa do Cidadão e Trânsito de Palhoça. Na cerimônia de nomeação no gabinete do prefeito, ele falou que pretende agir em parceria com as polícias Militar e Civil para oferecer mais segurança aos cidadãos do município.

O trabalho será focado em cinco pilares traçados por ele e pelo prefeito Camilo Martins: inteligência para o monitoramento e segurança em sintonia e integração com órgãos do Estado; atuação pró-ativa e dinâmica do Procon; efetivação do trabalho de agentes de trânsito; atuação forte e preventiva da Defesa Civil e intensificação de operações de conscientização e prevenção da Lei Seca.

— Sou morador de Palhoça há oito anos, e o prefeito já havia me convidado outras vezes. Como agora ele me apresentou este projeto de implantar centrais de monitoramento 24 horas, aceitei porque vai ter esse respaldo. É a maneira que eu tenho de contribuir com a população de Palhoça — falou.

Monteiro também destacou que pretende agregar sua experiência como delegado às questões do município, mas deixou claro que a secretaria tem uma atribuição diferente da de segurança pública do Estado:

— Combater bandido, efetuar mandado de busca e apreensão é atribuição da segurança pública do Estado. Ter alguém que entende do negócio faz a diferença. No município, a situação é diferente, trabalha com o Procon, com a segurança pública no âmbito municipal, que são os agentes da Guarda Municipal. São realidades distintas — explicou.

Histórico

O delegado Monteiro é conhecido por comandar grandes operações policiais e porsua atuação firme enquanto comandou a Deic, a Divisão de Repressão a Entorpecentes (DRE) e, nos últimos tempos, a Delegacia de Palhoça. Em abril de 2012, o delegado foi exonerado do comando da Deic. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, Monteiro teria recebido diárias em uma operação da qual não participou. Na época, ele afirmou que houve erro administrativo e devolveu as diárias indevidas. Questionado nesta terça, não quis comentar o caso.

Pouco tempo antes do afastamento, o delegado já tinha chamado atenção, dando declarações sobre a prisão de assaltantes de caixas eletrônicos: “Se vierem para SC, podem ter certeza: vão ser presos ou mortos. Porque se vier para o confronto, nós vamos matar.”
Em julho de 2013, Monteiro voltou a ser assunto, quando prendeu o próprio irmão por tráfico de drogas em São José.

— Ele é um traficante como outro qualquer e não vou passar a mão na cabeça — disse o delegado, na época, em entrevista ao Diário Catarinense.

Em 2014, ele deixou a Divisão de Repressão a Entorpecentes da Deic, após nove anos, para assumir a Delegacia de Palhoça. Durante este período, realizou um trabalho de gestão da delegacia:

— Cheguei na delegacia e não tinha pátio para estacionar a viatura, porque estava tomada de veículos apreendidos. Então você tem que fazer toda essa gestão na unidade para começar a funcionar. É uma unidade que tem um deficit de servidores, inquéritos que estavam atrasadas. Eu vinha de uma unidade que era voltada exclusivamente para operações, para investigações policiais, e ali não era só isso — explicou.

Posts Relacionados

A importância do trabalho em equipe para o desenvolvimento da empresa

Feira Catarinense de Plantas Ornamentais será de 26 a 28 de maio

Udesc abre inscrição de curso virtual sobre Astronomia para docente da educação básica

Câmaras de vereadores de cinco cidades catarinenses prestam homenagem à Psicologia

Governadores do Sul expõem avanços de gestão durante 18º Congresso Catarinense de Rádio e Televisão

Catarinense que recebeu prêmio jabuti cria NFTs em leilão filantrópico

RSul Itapema recebe primeiro tomógrafo da Costa Esmeralda

Governador Carlos Moisés participa da abertura do 18° Congresso Catarinense da ACAERT

Atletas de Florianópolis estão confirmados no Panamericano de Taekwondo, que volta à capital catarinense em setembro

Aplicativo criado por startup de Florianópolis democratiza o acesso à saúde