Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia BR

Divórcios crescem 18,7% no Brasil após início de atos online pelos Cartórios de Notas na pandemia

Norma nacional que permitiu a realização de atos notariais por videoconferência, fez número crescer na comparação entre os meses de maio e junho deste ano e com junho de 2019

Após quatro meses completos de quarentena, o Brasil viu crescer em 18,7% o número de divórcios consensuais realizados pelos Cartórios de Notas entre os meses de maio e junho deste ano. O aumento das dissoluções de matrimônios coincide com a autorização nacional para que os atos notariais de escrituras – divórcios, inventários, partilhas, compra e venda, doação – e procurações possam ser feitos de forma remota, por videoconferência por meio da plataforma única e-Notariado (http://www.e-notariado.org.br) .

Publicado em 26 de maio deste ano, mas com entrada efetiva em funcionamento no mês de junho, o Provimento nº 100, editado pela Corregedoria Nacional de Justiça, disciplinou a realização de atos à distância pelos Cartórios de Notas de todo o País. Desta forma, atos de divórcios consensuais e que não envolvam menores, passaram a ser resolvidos de forma mais prática e rápida, sem a necessidade de deslocamentos ou encontros entre as partes, que podem praticar o ato em ambientes separados, ao mesmo tempo ou em momentos distintos, utilizando inclusive o aparelho celular.

Em números absolutos, os divórcios consensuais passaram de 4.471 no mês de maio para 5.306 em junho deste ano, com crescimento registrado em 24 Estados brasileiros, com destaque para o Amazonas (133%), Piauí (122%), Pernambuco (80%), Maranhão (79%), Acre (71%) Rio de Janeiro (55%) e Bahia (50%). Apenas três unidades federativas não viram crescimento neste período: Amapá, Mato Grosso e Rondônia.

“Muitos atos notariais, não só os divórcios, mas também as escrituras de compra e venda de imóveis, estavam represados em razão da pandemia e do isolamento social, e a autorização para a prática de atos online destravou esta barreira, fazendo com o que o fluxo dos negócios jurídicos e da formalização da vontade das partes pudesse voltar a ser feito, agora também de forma online, mas com a mesma segurança que o ato praticado presencialmente em Cartório”, explica a presidente do Colégio Notarial do Brasil – Conselho Federal (CNB/CF), Giselle Oliveira de Barros.

Na comparação com o mês de junho de 2019, também se verificou uma leve alta em nível nacional, 1,9%. Ao todo, 15 Estados brasileiros registraram crescimento: Amazonas (30%), Distrito Federal (8,5%), Espírito Santo (18,4%), Goiás (33,8%), Minas Gerais (13,5%), Mato Grosso do Sul (36,1%), Mato Grosso (14,9%), Paraná (21,8%), Rondônia (31,2%), Roraima (100%), Rio Grande do Sul (7,8%), Santa Catarina (28,3%), Sergipe (40,9%), Tocantins (5,3%) e São Paulo (1,9%).

Importante destacar que logo no início da pandemia, o número de atos praticados em Cartórios caiu drasticamente nos meses de março e abril em razão de restrições ou redução de horário de funcionamento online e presencial, além da diminuição das equipes de atendimento. Em maio iniciou-se a efetiva retomada nos atendimentos, que se consolidou em junho, coincidindo com a retomada das atividades em muitas cidades.

Para realizar o divórcio em Cartório de Notas o casal deve estar em comum acordo com a decisão e não ter pendências judiciais com filhos menores ou incapazes. O mesmo processo pode ser realizado online a partir da plataforma e-Notariado, onde o casal, em posse de um certificado digital emitido de forma gratuita no Cartório de Notas, poderá declarar expressar sua vontade em uma videoconferência conduzida pelo tabelião. Desde o dia 13 de julho, os serviços desta plataforma também estão disponíveis em aparelhos celulares.

Sobre o CNB – Colégio Notarial do Brasil

O Colégio Notarial do Brasil – Conselho Federal (CNB/CF) é a entidade de classe que representa institucionalmente os tabeliães de notas brasileiros e reúne as 24 Seccionais dos Estados. O CNB/CF é filiado à União Internacional do Notariado (UINL), entidade não governamental que reúne 88 países e representa o notariado mundial existente em mais de 100 nações, correspondentes a 2/3 da população global e 60% do PIB mundial.

Posts Relacionados

Fabricantes de agulhas e seringas buscam atender demanda para a vacinação contra COVID-19

Applied Biology e Samel inauguram centro de pesquisa em Covid-19 no Amazonas

Construindo Letras: Projeto de alfabetização beneficia colaboradores de canteiros de obras

Diário da Cidade

Curso sobre Governança Corporativa aprimora profissionais do Terceiro Setor

Diário da Cidade

Sony confirma saída do mercado brasileiro em março de 2021; entenda

Petrobras anuncia nova alta nos preços da gasolina, diesel e gás

Cresce o número de acidentes envolvendo motociclistas

Diário da Cidade

Fluimucil®: medicamento da farmacêutica italiana Zambon pode ser adjuvante no tratamento e recuperação das complicações causadas pela COVID-19

Diário da Cidade

Eppendorf adota teletrabalho permanente para 85% dos colaboradores

Diário da Cidade

Biogen Brasil lança campanha “Se o simples complicar, investigue”

Diário da Cidade

BR Distribuidora e Lojas Americanas anunciam joint venture no segmento de conveniência

Diário da Cidade

O oligopólio dos ônibus e sua guerra de fake news

A Cultura do Cancelamento: autor alerta para o perigo dos rótulos na internet e o inconsciente coletivo

Especialistas apontam operadoras de celular com melhor custo-benefício no Sul

Franquia de casa de repouso é investimento aquecido pela pandemia e aumento da população de idosos

Diário da Cidade

Rip Curl confirma ‘Grom Search apresentado por Praia da Grama’

Diário da Cidade

54% dos brasileiros devem levar marmita para o trabalho, aponta pesquisa

Sustentabilidade da pecuária no Nordeste exige cercas eficientes e duráveis

STARTUP CURITIBANA INOVA E REALIZA O SONHO DE BRASILEIROS QUE DESEJAM VIAJAR PARA O EXTERIOR

Preço da gasolina sobe pela quarta vez somente neste ano

%d blogueiros gostam disto: