Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
DESTAQUES

Nova onda de frio vai provocar frio intenso e geada no Brasil

Depois de vários dias de tempo firme na maior parte do Brasil, a previsão já indica mudanças no tempo para esta semana. Vários sistemas meteorológicos irão contribuir para a ocorrência de chuva sobre o país, mas o que chama a atenção é grande frente fria que vai avançar pelo continente. Este sistema é extenso, semelhante ao do fim de junho. O ar polar que acompanha esta frente fria vai derrubar as temperaturas do Sul até o Norte do Brasil.

Chuva

Na quarta-feira um sistema de baixa pressão atmosférica já vai provocar o retorno da chuva em muitas cidades do centro-sul gaúcho. Na quinta-feira, além deste sistema, uma nova frente fria associada ao ciclone vai se formar e avançar pelo centro-sul do Brasil. Este sistema espalha chuva sobre o Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, sul e oeste de Mato Grosso do Sul e extremo sul de São Paulo .

A partir de sexta-feira, volta a chover em muitos municípios de São Paulo, inclusive na capital, e entre sábado e segunda-feira(19) o tempo fica instável no estado. Os maiores volumes de chuva são previstos para o litoral.

Ar frio de origem polar

As temperaturas já começam a cair no Sul do Brasil com a entrada da frente fria, na quinta-feira(15). Mas é ao longo da segunda quinzena do mês de julho que a temperatura cai de forma mais acentuada.

Geada

No sábado, dia 17, tem previsão de geada por amplas áreas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina e até no sul do Paraná. No domingo pode gear nas serras gaúcha e catarinense.
Outra massa de ar polar avança e reforça o frio entre os dias 19 e 21 de julho. Há risco de geada novamente, principalmente no dia 20. A geada é forte e se espalha sobre os três estados.
Para o Sul, por enquanto, os modelos meteorológicos não indicam neve, mas os meteorologistas da Climatempo vão continuar atentos para novas atualizações!

As temperaturas vão cair de forma significativa também no estado de São Paulo e em Mato Grosso do Sul. A queda é prevista já na sexta-feira em muitos municípios, mas é ao longo do fim de semana que o ar polar entra sobre essas regiões. A terceira semana de julho já será bem diferente no centro-sul do Brasil. Não dá para descartar geada em áreas destes dois estados. Na próxima semana também vai diminuir a temperatura no Rio De Janeiro e em áreas de Minas Gerais, áreas de Mato Grosso e no sul da Amazônia.

Para tirar todas as dúvidas sobre o frio do inverno de 2021, o podcast O Clima entre Nós conversou com Ana Clara Marques, meteorologista da equipe de previsão de Clima da Climatempo. Confira!

Sobre a Climatempo

Com solidez de 30 anos de mercado e fornecendo assessoria meteorológica de qualidade para segmentos estratégicos, a Climatempo é sinônimo de inovação. Foi a primeira empresa privada a oferecer análises customizadas para diversos setores do mercado, boletins informativos para meios de comunicação, canal 24 horas nas principais operadoras de TV por assinatura e posicionamento digital consolidado com website e aplicativos, que juntos somam 20 milhões de usuários mensais.

Em 2015, investiu na instalação do LABS Climatempo, no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP), que atua na pesquisa e desenvolvimento de soluções para tempo severo, energias renováveis (eólica e solar), hidrologia, comercialização e geração de energia, navegação interior, oceanografia e cidades inteligentes. Em 2019, a Climatempo passou a fazer parte do grupo norueguês StormGeo, líder global em inteligência meteorológica e soluções para suporte à decisão, e dois anos depois, em 2021, uniu-se à Somar Meteorologia, formando a maior companhia do setor na América do Sul. A fusão das duas empresas impulsiona a Climatempo a ser protagonista global de fornecimento de dados e soluções para os setores produtivos do Brasil e demais países da América Latina, com capacidade de oferecer informações precisas de forma mais ágil e robusta.

O Grupo Climatempo segue presidido pelo meteorologista Carlos Magno que, com mais de 35 anos de carreira, foi um dos primeiros comunicadores da profissão no país.

Posts Relacionados

Joalheria é assaltada no Balneário Shopping

BC amplia vacinação contra Covid-19 para pessoas com 35+ e trabalhadores da indústria com 34+ na quarta

SINE de Camboriú divulga 219 vagas de emprego

Compra online é a atividade que mais oferece riscos à privacidade do consumidor

Banda catarinense entra em última semana de crowdfunding. Participe!

Fort Atacadista apoia mutirão de limpeza em praia de Bombinhas, no sábado (31)

Vitaminas aumentam as defesas contra gripes e resfriados

Diário da Cidade

Sebrae/SC traz Bernardinho para palestra gratuita sobre motivação e liderança para os negócios

Diário da Cidade

IMA libera licença para instalar estação de tratamento de lodo em Itajaí

Tarifa Social da Águas de Penha é apresentada a lideranças comunitárias

Operação Gallardo busca veículo adquirido de forma fraudulenta

Semasa conhece Centro Ecológico de Reciclagem de Pavimentos da Sabesp

É FAKE: Frio mais intenso do século chega ao Brasil esta semana

Região de Balneário Camboriú segue em estado gravíssimo para Covid-19

Prefeitura de BC abrirá abrigo emergencial em razão da previsão de frio intenso

Previsão de temperaturas próximas a zero graus em Balneário Camboriú

Polícia Militar deflagra a operação “Lazer Mais Seguro” em Balneário Camboriú

Feirão de Empregos Karsten nos dias 30 e 31/07

Balneário Camboriú e seus arranha-céus

Câmara de Navegantes adere oficialmente ao Programa Tampapet