Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia BR

Pedidos de indenização por morte decorrente da Covid-19 geram embates entre beneficiários e seguradoras

Com o aumento exponencial no número de mortes por Covid-19 no Brasil, operadoras de seguros de vida passaram a receber solicitações de indenização de apólices das vítimas da pandemia. Apesar disso, algumas empresas do setor têm negado o pagamento, resultando em embates na justiça. O advogado Aldo Novaes Neto, especialista em Direito Processual Civil, explica que isso ocorre porque a maioria das apólices preveem expressamente a não cobertura em caso de epidemia e pandemia.

Na regra geral, as seguradoras não cobrem casos de pandemia e epidemia devido ao aumento exponencial no pagamento de indenizações, o que poderia acarretar numa grande perda de caixa, podendo até ocasionar falência para uma fatia dessas empresas.

O advogado especialista comenta. “Quando se fala em pandemia e se coloca isso numa cláusula, está se considerando uma morte em massa muito maior do que a do coronavírus. Há sim um número elevado de mortes, entretanto, não a ponto de todos os segurados requererem a indenização. Isso não vai causar a falência das seguradoras”, analisa o advogado.

Para conseguirem a indenização, os familiares do segurado vítima de Covid-19 devem procurar a concessionária responsável e fazer o requerimento administrativo, conforme o protocolo do seguro. “Caso o pedido seja recusado, oriento fazer uma reclamação junto ao Procon, para ser feita uma audiência extrajudicial para solução do caso. Se mesmo assim houver negativa, deve-se procurar um advogado para dar continuidade no procedimento e, quem sabe, ajuizar uma ação judicial contra a seguradora”, instrui o especialista.

Entretanto, não há garantia de sucesso no processo. A cláusula de excludente de responsabilidade em casos de força maior (caso de uma pandemia), presente em muitos contratos, é legal e permitida pelo Código Civil. As seguradoras podem flexibilizá-la para o coronavírus, mas, até o momento, não são obrigadas.

 

Alerta aos médicos

O advogado Aldo Novaes Neto alerta, ainda, para uma situação legal complicada que os médicos da linha de frente no combate à Covid-19 podem acabar participando. De acordo com o especialista, para que tenham segurança jurídica, é imprescindível aos médicos obterem a confirmação de exame laboratorial ao preencherem atestado de óbito cuja causa-morte seja o coronavírus.

“O fato de o médico atestar o coronavírus e não ter uma prova disso pode gerar uma responsabilidade para ele pagar uma indenização caso a seguradora não pague aos familiares do beneficiário”, explica Aldo.

 

Legislação

O tema abriu um debate nacional e chegou a Brasília. O Senado aprovou por unanimidade, com 77 votos, um projeto de lei (PL 2.113/2020) que inclui as mortes decorrentes da pandemia de coronavírus na cobertura dos seguros de vida ou invalidez permanente. O mesmo se aplica à assistência médica ou hospitalar para os planos de saúde nos casos de infectados com Covid-19.

O projeto da senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP) impede o aumento no preço do prêmio pago pelo segurado e estabelece o prazo máximo para o pagamento de indenização de 10 dias corridos, contados a partir da data de entrega da documentação comprobatória, conforme estabelecido nos contratos das seguradoras. Operadoras de plano de saúde e seguro de vida também ficam proibidas de suspender ou cancelar os contratos por falta de pagamento até o dia 31 de dezembro de 2020.

Para ser efetivada, a proposta ainda precisa ser aprovada pela Câmara dos Deputados e então sancionada pelo Poder Executivo Federal.

Apesar de a legislação ainda não estar em vigor, mais de 20 seguradoras já liberaram a indenização em caso de morte por Covid-19, mesmo que em seus contratos conste a cláusula sobre não-cobertura em caso de falecimento em decorrência de pandemia ou epidemia. São elas: Alfa, BB Seguros, Bradesco, Capemisa, Caixa, Centauro ON, Chubb, Icatu, Itaú, Liberty, MAG (Mongeral), MBM, MAPFRE, MetLife, Mitsui, Omint, PASI, Porto Seguro, Previsul, Prudential, Sancor, Seguros Unimed, Sompo, SulAmérica, Sura, Tokio Marine e Zurich.

Posts Relacionados

Empresas de ônibus no Brasil e no exterior adotam inovações da Marcopolo para evitarem contaminações por coronavírus

diariodacidade

Pandemia provoca onda de solidariedade e doações atingem cifras recordes

diariodacidade

Infracommerce participa da oitava edição do Webinar Food Connections

diariodacidade

O impacto da Covid-19 no mercado de energia solar

diariodacidade

Confira 21 dúvidas sobre o direito do trabalhador em meio à pandemia

diariodacidade

Cartórios do Brasil atuarão na proteção patrimonial e pessoal de idosos

diariodacidade

Equipamento disponibiliza álcool em gel gratuitamente em locais públicos

diariodacidade

Align Technology Doa 32 mil Protetores Faciais para Hospitais do Brasil

diariodacidade

Raios ultravioleta como potencializadores na esterilização de ambientes contra o Coronavírus

diariodacidade

Cultura Inglesa aposta em ensino por meio de games e atividades culturais durante as férias

diariodacidade

Americanas se torna parceira estratégica do UNICEF e doa 180 mil kits de higiene e limpeza para famílias vulneráveis com idosos

diariodacidade

Na corrida contra lixões, Abetre e MMA lançam plataforma de controle de resíduos

diariodacidade

Mês do Orgulho LGBTQIA+ é marcado por debate nas empresas sobre diversidade e inclusão

diariodacidade

ANS determina cobertura obrigatória de testes rápidos para COVID-9 a planos de saúde

diariodacidade

Capacidade de leitos de UTI em hospital de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, dobra após doação da Taurus

diariodacidade

Telemedicina ajuda a cuidar da saúde mental em meio à pandemia

diariodacidade

AstraZeneca e governo Brasileiro assinam acordo para a distribuição e produção da vacina da Universidade de Oxford no País

diariodacidade

De professora de educação física a competidora Força Bruta

diariodacidade

Fortlev expande conectividade e segurança da rede Wi-Fi com soluções Aruba

diariodacidade

Biogen lança plataforma online sobre atrofia muscular espinhal

diariodacidade

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: