Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia SC

Raimundo Colombo (PSD), governador do Estado é investigado

A decisão do ministro Teori Zavascki (Foto), do Supremo Tribunal Federal, relator da Lava Jato na corte suprema, de determinar uma investigação preliminar sobre a lista de pagamentos de propina da Odebrecht envolve, de alguma maneira, seis catarinenses.
Raimundo Colombo (PSD), governador do Estado, Cesar Souza Jr. (PSD), prefeito da Capital, Antonio Ceron, ex-deputado e presidente em exercício do PSD, Carlito Merss (PT), ex-deputado e ex-prefeito de Joinville, Jaison Cardoso (PSDB), prefeito de Imbituba, e Roberto Carlos de Sousa (PSDB), o Bob Carlos, prefeito de Navegantes.

Eles aparecem nas planilhas apreendidas na 23ª fase da operação que apura desvio de dinheiro da Petrobras. Os documentos estavam na casa de Benedicto Barbosa Silva Júnior, executivo da Odebrecht Infraestrutura. A lista tem mais de 200 nomes de políticos ao lado de valores.

Após a investigação preliminar, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, poderá pedir a abertura de inquérito contra os citados na relação com os supostos repasses. Ou seja, decidirá se oferecerá, ou não, denúncia contra os citados.

Posts Relacionados

A importância do trabalho em equipe para o desenvolvimento da empresa

Feira Catarinense de Plantas Ornamentais será de 26 a 28 de maio

Udesc abre inscrição de curso virtual sobre Astronomia para docente da educação básica

Câmaras de vereadores de cinco cidades catarinenses prestam homenagem à Psicologia

Governadores do Sul expõem avanços de gestão durante 18º Congresso Catarinense de Rádio e Televisão

Catarinense que recebeu prêmio jabuti cria NFTs em leilão filantrópico

RSul Itapema recebe primeiro tomógrafo da Costa Esmeralda

Governador Carlos Moisés participa da abertura do 18° Congresso Catarinense da ACAERT

Atletas de Florianópolis estão confirmados no Panamericano de Taekwondo, que volta à capital catarinense em setembro

Aplicativo criado por startup de Florianópolis democratiza o acesso à saúde