Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia SC Notícias

Saldo do 2º mutirão de recuperação de crédito em Barra Velha

Saldo do 2º mutirão de recuperação de crédito
15 de Dezembro de 2016 às 17:14
Sendo levado à negociação o valor geral de R$ 930.567,09

Entre os dias 12 a 14 de dezembro de 2016, o PROCON promoveu o 2º Mutirão de Recuperação de Crédito, com o intuito de que pessoas físicas e jurídicas de Barra Velha e São João do Itaperiú em dívida com os lojistas de Barra Velha, Recicle, Lojas Havan e Bancos, tivessem a oportunidade de ‘limpar’ seus nomes antes do Natal.

No 2º Mutirão de Recuperação de Crédito, as empresas participantes ofereceram tratativas de acordo aos inadimplentes para que suas contas fossem colocadas em dia.

Quem procurou fazer acordo se surpreendeu com a ampliação do parcelamento dos débitos, isenções de juros e multas, entre outras vantagens pactuadas entre devedor e credor por ocasião da negociação.

O atendimento respeitou a ordem de chegada dos interessados e o evento contou com o apoio da Câmara de Dirigentes Lojista de Barra Velha – CDL que estava presente no local realizando consultas gratuitas no CPF dos interessados.

A empresa Recicle, as Lojas Havan e o SICOOB enviaram agente de crédito para facilitar as negociações diretamente com os consumidores, realizando um atendimento rápido e personalizado.

Os consumidores que possuíam débito com os bancos passaram por triagem para verificar se havia a necessidade do consumidor ser encaminhado para agência ou não, onde também receberam atendimento personalizado.

No local, houve espaço reservado para espera e foi realizada a distribuição gratuita de Códigos de Defesa do Consumidor e materiais voltados à educação para o consumo.

No final do mutirão foi contabilizada a realização de 134 (cento e trinca e quatro) atendimentos, com 98,23% de resolutividade, sendo levado à negociação o valor geral de R$ 930.567,09 (novecentos e trinta mil, quinhentos e sessenta e sete reais e nove centavos).

O PROCON dará continuidade ao mutirão nos próximos anos, tendo em vista que em ocasiões assim, tanto o consumidor como o fornecedor são beneficiados, um com sua reinserção no mercado de consumo e o outro com recebimento do saldo inadimplente.

Fonte:

Mariana Pirog Lugarini

Coordenadora Executiva

PROCON de Barra Velha

Posts Relacionados

Happymed promove Semana da Saúde de 14 a 18 de junho

Acompanhando o desempenho da economia catarinense, consumo de Gás Natural registra recordes no mês de maio

Santa Catarina planeja imunização em massa contra a Covid-19 em cidades com alta incidência e letalidade

Sistema Aurora promove ação de doação de sangue

Palm Beach Apart Hotel de Florianópolis (SC) oferece room office com vista privativa para a praia

Curso gratuito capacitará setor turístico da Costa Verde & Mar na atividade de observação de aves

Segunda edição do Sobre Pais, de Marcos Piangers, estreia neste mês e reverterá doações ao projeto Tem gente com fome

SC vai vacinar toda a população acima de 18 anos até o fim de outubro; confira o calendário por idade

Diagnóstico precoce do Transtorno do Déficit de Atenção muda vidas

Inscrições para o Desafio Eco Cooperação podem ser feitas até esta segunda-feira (7)

Casan se integra ao Movimento da ONU Objetivos de Desenvolvimento Sustentável Santa Catarina

Santa Catarina define como será a retomada da imunização contra a Covid-19 por idade

Argentinos e paraguaios estão no caminho dos brasileiros nas oitavas da Copa Libertadores

Diário da Cidade

Cirurgiã catarinense é capa da revista Saúde

Confira 4 dicas para não cair em golpes financeiros

Credioeste distribuirá mudas de árvores no centro de Chapecó

Funcionamento do comércio de rua, shoppings e supermercados de Blumenau, no feriado de Corpus Christi

Governo de SC antecipará metade do décimo terceiro dos servidores em julho

Santa Catarina registra alta de 15% no consumo de eletricidade na primeira quinzena de maio

Empreendimento de Florianópolis é exemplo de práticas sustentáveis