Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
Noticia SC

Santa Catarina vira polo de produção sustentável de pitaia

Família Rocha, de Maracajá, trocou a produção de fumo pelo cultivo orgânico de pitaia. Foto: Divulgação/ Epagri

Uma cadeia produtiva construída em menos de uma década foi capaz de fornecer 600 toneladas de alimentos e movimentar cerca de R$1,8 milhão na safra 2019/20. É no cultivo sustentável orientado pelo Governo do Estado por meio da Epagri e na força das cooperativas que a produção de pitaia do Extremo Sul de Santa Catarina se nutre e firma as raízes. Em 2020, foram 200 hectares cultivados por pelo menos 200 famílias, que respondem por 90% da produção catarinense. Em 2021, a colheita foi estimada em mil toneladas, representando um crescimento de 60% comparado à safra anterior. Esse volume consolida Santa Catarina como um dos principais polos produtores de pitaia do Brasil.

As primeiras mudas foram plantadas há cerca de dez anos, como alternativa ao fumo, e logo conquistaram os produtores. A pitaia se mostrou uma fonte de renda sustentável, de manejo rústico, com excelente produtividade em pequenas áreas e alto valor de mercado. A Epagri entrou em cena em 2017, com orientação técnica para o cultivo, capacitações, organização das famílias e pesquisas na área.

Hoje, quase todos os produtores da região aplicam as tecnologias orientadas pela Empresa, derivadas do Sistema de Plantio Direto de Hortaliças (SPDH), como uso de plantas de cobertura, adubação orgânica e manejo conservacionista do solo. Espécies como amendoim forrageiro, aveia, azevém e ervilhaca são as plantas de cobertura mais usadas, oferecendo uma série de benefícios para o cultivo.

A produção orgânica está em expansão, estimulada pela adaptação da cultura a esse sistema. Organizadas em cooperativas, as famílias ganham mercado. A Cooperja, de Jacinto Machado, e a Coopervalesul, de Turvo, reúnem mais de 100 produtores de 11 municípios que vendem pitaia para todo o Brasil e já se preparam para exportar.

Uma das sócias da Coopervalesul é a família Rocha, de Maracajá, que fez uma mudança radical ao trocar o cultivo de fumo pela fruta rica em antioxidantes. “O fumo dava muita mão de obra e muito gasto, enquanto a pitaia dá um bom rendimento e é mais fácil de manejar”, conta o agricultor Claudenir.

A pitaia trouxe uma rotina mais leve e saudável. A família cultiva 0,5 hectare em sistema orgânico e, em 2019/20, colheu 10 toneladas. “Uso amendoim forrageiro como planta de cobertura. Ele protege o solo; assim, a terra não perde tanta água e não esquenta demais,
dando conforto para as plantas. Também usamos adubação orgânica e calcário de concha”, diz Claudenir, que recebe assistência técnica da Epagri e já está de olho no futuro: “Plantei mais 0,5 hectare para começar a colher daqui a dois anos”.

EM 2020

• Mais de 200 famílias produziram 600t de pitaia.

• O cultivo da fruta movimentou R$1,8 milhão em Santa Catarina.

• A Epagri atendeu 12.335 famílias em fruticultura.

Conheça essas e outras histórias de sucesso no Balanço Social 2020 da Epagri: https://docweb.epagri.sc.gov.br/pub/DOC_48772.pdf

Posts Relacionados

Imóveis comerciais de alto padrão transformam perfil do mercado de negócios no litoral de Santa Catarina

“Produção Orgânica de Pitaia” é foco de curso em Araranguá

Natacha Kamila lança álbum visual com paisagens catarinenses

Diário da Cidade

Hospital Regional do Oeste credenciado para atender pacientes com AVC

Imóveis comerciais de alto padrão transformam perfil do mercado de negócios no litoral de Santa Catarina

Diário da Cidade

Dos 2.500 empregos a serem gerados pela RNI cerca de 500 é em Santa Catarina

TRT-SC ABRE INSCRIÇÕES PARA SEMANAS DE CONCILIAÇÃO E EXECUÇÃO

Stone abre vagas de emprego em três municípios de Santa Catarina

Fisioterapia tem sido aliada no tratamento de sequelas pós- AVC

Centros de conciliação homologam mais de R$ 93 milhões em acordos trabalhistas no primeiro semestre em SC

Registro de Propriedades em SC é destaque no relatório do Banco Mundial

Grupo do Bay apresenta Fibra Fisio Marathon ao prefeito Ari Vequi

Warm Up Opcon 2021: evento nesta quinta discute a era da voz e estratégias para tirar proveito dela

Diário da Cidade

Inverno e coronavírus: nutricionista indica ações que reforçam a imunidade

Atacadista comemora números expressivos em campanha promocional

Educação oferece 2,4 mil vagas para cursos técnicos gratuitos em SC

Lei proíbe cobrança de taxas abusivas por universidades privadas em Santa Catarina

Udesc sobe 29 posições no ranking e está entre as melhores da América Latina

Sebrae/SC lança o programa Cidade Empreendedora em Porto Belo

Técnicas para se concentrar nos estudos ouvindo música