Diário da Cidade – Notícias Balneário Camboriú Esportes Entretenimento Eventos Política Empregos Camboriú Itajaí Itapema Navegantes Santa Catarina Brasil e Mundo
DESTAQUES

Hacker, mais uma vez, zomba da falta de segurança de site do Governo

Ao entrar no sistema, ele deixou um bilhete “sincero” ironizando a invasão

A falta de segurança digital em sites do Governo tem sido assunto freqüente na mídia, e mais
uma vez, vira debate diante da invasão que aconteceu ontem (17/02) no site do Ministério da
Saúde. No período da manhã, logo cedo, o hacker se identificando como HACKER_SINCERO…
invadiu o FormSus (https://formsus.datasus.gov.br/), sistema utilizado para captar dados e
informações do Sistema Único de Saúde (SUS) e usuários.

O invasor, ao cometer o ato, deixou um recado irônico zombando da capacidade técnica dos
profissionais da Tecnologia da Informação do Ministério. “Ou a equipe de TI são fantasmas ou
não sabem o que está fazendo lá”, escreveu o “sincero” na tela do sistema.
Ele ainda fez um alerta de que uma possível falha de segurança no sistema não havia ainda
sido resolvida, dando a entender de que esse seria um segundo ataque realizado da mesma
forma.

Por fim, mandou um recado para arrumarem o problema e ameaçou divulgar os dados dos
responsáveis pela manutenção e atualização do site, citando a Agência Nacional de Proteção
de Dados – ANPD, “Como vocês deixaram isto ir ao ar assim?”, finalizou o invasor em bilhete.
O sistema FormSus foi retirado do ar e está inacessível até a publicação desta matéria.

“Isso é a conseqüência da falta de valorização e investimento do Governo em pessoal de TI,

afirma Thiago Aquino presidente da ANATI”

Para Thiago Aquino, esse ataque reforça a importância de o Estado ter uma carreira forte de
especialistas em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) na prevenção e na resposta
aos terroristas digitais, forte argumento defendido pela Associação Nacional dos Analistas em
Tecnologia da Informação (ANATI).

“Isso mostra que as autoridades públicas devem reconhecer a importância de ter pessoal qualificado e capacitado para atuar na prevenção e na contenção desses ataques”, afirma Thiago Aquino, presidente da ANATI.

Segundo ele, a digitalização dos serviços públicos aumenta riscos e que o Governo Federal
deve estar atento não apenas ao número de entregas, mas também na qualidade e segurança
dos serviços oferecidos. “Sempre alertamos ao Governo que isso é apenas uma das
fragilidades inerentes às áreas de TIC na administração pública, cujos recursos humanos são
sempre escassos”, explica Thiago.

Para ele, a falta de profissionais de TI é a principal fragilidade do Governo frente a ataques
digitais. “O maior complicador disso é a falta de pessoal. Quando não temos pessoal, não
temos as melhores ferramentas, soluções e mecanismos de segurança da informação. Falta
gente, falta segurança. A maioria dos órgãos federais não possui corpo técnico para elaborar
normas de segurança da informação que propiciem implantar, monitorar, controlar e gerenciar
uma solução de segurança. Dessa forma, o Governo Federal assume riscos diários ao não

estruturar uma carreira de Tecnologia da Informação forte, capacitada e comprometida na
melhoria contínua de seus serviços oferecidos à sociedade”, finaliza o presidente da ANATI.
Os Analistas em Tecnologia da Informação estão à beira de um colapso nos órgãos públicos.
Com a carreira beirando a 60% de evasão, são apenas 450 profissionais que gerenciam quase
oito bilhões de reais em contratos de TI. Eles não têm um plano de carreira com política de
qualificação e remuneração compatível com o mercado. Segundo estudo contratado pela
ANATI, a iniciativa privada, poderes judiciário e legislativo remuneram entre 24% e 170% a
mais que o executivo remunera seus analistas.

“Já levamos ao conhecimento do Ministro Paulo Guedes uma solução capaz de atrair e reter
especialistas em TI dentro do Governo Federal, que é o passo inicial para mitigar riscos de
segurança e prevenir incidentes desse tipo. Entretanto, até o momento, nada de efetivo foi
feito. Precisamos de uma reunião com o Presidente Jair Bolsonaro, que inclusive já foi
solicitada e protocolada, afirma, mais uma vez, Thiago Aquino presidente da ANATI”

De acordo com ele, a ANATI tem solução definitiva para o problema de segurança digital, uma
vez que já estavam trabalhando no caso, desde que os ataques começaram em 2020. O que
eles solicitam é uma atenção especial ao pedido de agenda com o Presidente para que possam
apresentar o plano de ação e ter validação da execução. “Temos e sabemos como mitigar
esses incidentes”. Só precisamos de oportunidade de sentar e explicar. Já protocolamos o
pedido de reunião, só estamos esperando ela ser marcada, não temos dúvidas que o
Presidente irá nos ouvir. Esperamos que seja em breve e que outros sites e informações não
sejam expostos antes disso”, finalizou o presidente da ANATI.

Posts Relacionados

MPF é favorável a pedidos do Procon-SC em ação contra reajuste da tarifa de energia elétrica

Maior canal infantojuvenil do YouTube no país doará renda para apoiar crianças e adolescentes com câncer

DadoBier apresenta The Legends Vida Marinha 2021 desembarca em Itajaí(SC)

Clientes da Celesc podem parcelar faturas em atraso no cartão de crédito

Diário da Cidade

Fevereiro laranja: Você sabia que o hemograma pode auxiliar na investigação da leucemia?

Diário da Cidade

Câmara de Tijucas aprova indicação para criação de um Centro de Reabilitação Pós-Covid19 na cidade

Diário da Cidade

Fundação Lemann lança campanha “Toda Mulher é uma potência” para dar visibilidade às mulheres na pandemia

Balneário Camboriú confirma 50 positivos e 1 óbito por covid em 24 horas

Balneário Camboriú será sede de maior evento de FootVolley do Brasil

Guarda Municipal de Balneário Camboriú resgata cão que estava sendo espancado

Vakinha para ajudar a Ísis Soares Botelhos de 1 ano e 4 meses

IBGE abre mais de 7,5 mil vagas temporárias para o Censo 2021 em SC

Camboriú abre edital para inscrições de estágios remunerados nas mais diversas áreas

Programa Telessaúde: Balneário Camboriú adere a método para reduzir filas de espera

Uso de tecnologias pelo Semasa será apresentado em congresso global sobre saneamento

Alcoolismo pode ser uma resposta à sensação de perigo

“Professores estão sendo levados a exaustão na pandemia”, diz especialista

SIME de Balneário Camboriú tem 49 vagas de emprego disponíveis

Ex-prefeito de Irati (SC) e outras três pessoas são condenadas a quatro anos de reclusão

Procrastinação com Qualidade

Diário da Cidade

Oi, este aviso é só pra te lembrar de CURTIR nossa FanPage no Facebook

Assim, você poderá estar cada vez mais atualizado das novidades de sua região!

CLOSE
%d blogueiros gostam disto: