Operação Catarata Zero promove mais de 15 mutirões de cirurgia em Barra Velha

130

Operação Catarata Zero promove mais de 15 mutirões de cirurgia em Barra Velha

Objetivo da Secretaria de Saúde é zerar a fila de espera até o final do ano

Neste mês de julho, o Tratamento Fora de Domicílio (TFD) apresentou os números da operação Catarata Zero, iniciada neste ano pela Secretaria Municipal de Saúde, com o propósito de zerar as mais de 500 cirurgias que estavam pendentes no município.
Nos últimos quatro meses foram promovidos mais de 15 mutirões para realização do procedimento cirúrgico de catarata em pacientes barra-velhenses. A cirurgia foi realizada na Clínica Banco de Olhos de Joinville e no Hospital Nossa Senhora Imaculada Conceição, em Nova Trento.

A cirurgia de catarata tem o objetivo de remover o cristalino do olho que se tornou opaco, referenciado como catarata. O Cristalino é uma lente que temos no nosso olho e que como o próprio nome diz é transparente. Com o passar dos anos e devido as variações metabólicas das fibras do cristalino induzidas principalmente pela radiação ultravioleta, essa lente natural perde a transparência, ficando opaca, amarelada.

A perda de transparência do cristalino causa diminuição da acuidade visual. Durante a cirurgia a lente natural é removida e substituída por uma lente sintética, chamada lente intraocular, sendo assim recuperando a transparência.

Para o Secretário de Saúde Municipal Ronnye Peterson, este mérito é o resultado de todo um trabalho em equipe e de uma gestão eficiente. Peterson destaca que para isso foi preciso de uma revisão logística no setor, com o objetivo de alocar servidores adequados e capacitados, resultando em mais eficiência e rapidez nos processos.

Hoje a equipe do TFD de Barra Velha trabalha com um quadro seis servidores, que além de agilizar todos os processos do encaminhamento das cirurgias, realiza também o pós-operatório, agendando consultas e monitorando os resultados.

De acordo com Ivone Henrique, Coordenadora do setor, a equipe agora está focada em zerar também a fila de espera para as cirurgias de Pterígio (membrana composta por tecido fibroso e vasos sanguíneos que crescem no canto dos olhos) que está com aproximadamente 150 pacientes em espera.

As metas da Secretaria de Saúde de Barra Velha para o setor em 2018 é zerar todas estas cirurgias pendentes, para isso toda a equipe está trabalhando firme no objetivo de facilitar os processos evitando burocracias desnecessárias.